3/29/2015

Pomar

A quinta já tinha um pomar com 48 macieiras Bravo Esmolfe plantadas, mas devido ao abandono em que se encontrava, muitas das árvores já tinham morrido. Sobravam 28 macieiras ainda vivas, embora sedentas, que pensamos ainda poderem desenvolver-se. Entretanto era preciso preencher os espaços deixados livres pelas árvores mortas e entre trocas e compras, adquiri para o pomar dois pessegueiros, duas laranjeiras, três macieiras, uma clementineira, uma tangerineira e oito pereiras, que já começaram a ser plantadas.


O sistema de rega já estava instalado e só precisámos de limpar um pouco o terreno com a roçadora e verificar os gotejadores em falta.
A bomba de rega funcionou e já começámos a regar o pomar. Algumas árvores já têm botões a despontar.
Entretanto reparou-se que pelo menos uma das árvores mais antigas estava um pouco roída na base do caule, o que trouxe à baila a necessidade de protegê-las dos roedores. Por isso tenho estado a colocar tubos de rede protectores em todas elas.


Noutros locais da quinta também temos nespereiras, figueiras, ameixeiras, kiwizeiros e outras árvores ainda não identificadas. Estou ansiosa por as ver a dar frutos!

2 comentários:

  1. Que lindo seu blog! Fiquei uma hora ou até mais lendo desde o início em 2005 até entender todos seus processos de mudança de cidades ao teu sonho de morar no campo! Lindo trabalho que está fazendo, vou continuar acompanhando. Onde fica a quintinha? :) bjs Grazi

    ResponderEliminar
  2. Olá Grazielle, obrigada pela dedicação em ler o blog :) Não gosto de revelar a localização da quinta, mas posso dizer que fica algures no concelho de Vila Franca de Xira. Espero que continue a seguir as minhas "aventuras". Abraço

    ResponderEliminar

Número total de visualizações de página