7/15/2015

Raposinha

Afinal a raposinha talvez tivesse sede e não fome. Não me tinha ocorrido, mas a verdade é que mesmo os javalis andaram pelo leito do rio seco a fazer escabeche, provavelmente à procura das últimas poças.
A seca continua e os animais não devem ter facilidade em encontrar água.

Alguns homens que andam aqui perto a fazer obras na estrada, disseram ter visto a raposa de manhã a sair de um ribeirinho seco. Sò então me ocorreu que talvez ela andasse em busca de água. O meu pai teve a mesma ideia nesse dia.

Felizmente, eu tinha deixado água junto com a comida e no dia seguinte verifiquei que tinha sido bebida. A comida desapareceu mais gradualmente, mas também foi desaparecendo. Desde então comecei a deixar-lhe água todos os dias. Comida não voltei a colocar, pois não quero que ela se torne dependente, apenas quero dar-lhe um reforço da dieta de vez em quando. 

Já a vimos mais duas vezes e mesmo quando não a vemos, quase todas as noites os cães dão sinal das visitas dela.

 



1 comentário:

  1. Por aqui também tenho avistado raposas, perto de uma ribeirita. Talvez também venham há procura de água. Mas elas são curiosas e ficam muitas vezes à espreita.
    É engraçado ter a oportunidade de observar a vida selvagem sem ser numa jaula.
    Beijinhos

    ResponderEliminar

Número total de visualizações de página