9/28/2006

Canteiros na cidade

Bruxelas tem uma coisa que me agrada imenso: além dos muitos espaços verdes e da imensidão de árvores e pequenos jardins em frente às casas, as pessoas ainda aproveitam os pequenos canteiros em redor das árvores nos passeios para plantarem flores, tomates, couves, aquilo que lhes apetecer. E para marcarem o seu território constroem cercas em redor estes pequenos canteiros, que vão desde os mais improvisados aos mais "profissionais.
Ainda só tenho 2 exemplos para mostrar, mas gostaria de fazer uma colecção de fotos destes canteiros, pois são verdadeiramente inspiradores. Só é pena que haja mais com flores do que com couves, mas que tenham flores já é uma maravilha, comparado com o betão que prolifera nas cidades portuguesas.


11 comentários:

  1. Concordo plenamente contigo. Isto aqui é só betão! Fico a aguardar por essa colecção de fotos. Saudações!

    ResponderEliminar
  2. Pena que em Portugal não pensem em aproveitar as boas ideias dos outros países. Aqui é só betão, betão, betão...

    Bj

    ResponderEliminar
  3. É muito interessante ver essa participação do cidadão no espaço público...(e invulgar,rsrs)
    E espero que volte a tratar desta hortelã...
    Abraço

    ResponderEliminar
  4. tal e o qual o porto.. =P vivo numa cidade em que a lógica parece ser "há sítios próprios para essas coisas", como se um espaço verde fosse algo a compartimentar e não pensado para fazer parte do dia a dia das pessoas. estratégias políticas d mentes obtusas.. de qq maneira merci pelo blog =)

    ResponderEliminar
  5. Olá!
    Adorei ter descoberto o teu blog!
    Gostei muito também dos posts da eco-casa I e II :-))

    Olha, convido-te para participares no nosso blog colectivo sobre intervenção ecológica, ambiental, social, etc..

    É o http://www.consciencia-social.blogspot.com

    Se puderes envia-me um mail para pcsbessa AT hotmail.com para te enviar um convite

    abraços verdes...
    paulo

    ResponderEliminar
  6. Que ideia brilhante.

    ResponderEliminar
  7. espero que estejas bem em Bxl, no mínimo o quanto eu estive...Memórias. Um abraço

    ResponderEliminar
  8. Aqui no Moinho do Guizo, Amadora também fazemos isso. Couves, salsa, coentros, e muitas flores.

    ResponderEliminar
  9. S (de Sementinha ;-)20:40

    Muito bonito ...mas sempre ouvi dizer que era bastante prejudicial as arvores ornamentais o cultivo de plantas na sua base?!

    ResponderEliminar
  10. Vivo num bairro cujo nome se deve, talvez, a "jardin", onde os emigrantes franceses que aqui viviam há dois/ três séculos aproveitavam cada pequeno espaço sem cobertura para plantar flores e vegetais. Ainda há bastantes exemplos por aqui...era uma forma de manter os hábitos que traziam de França, num meio com elevadissíma densidade populacional, já na altura.
    Tenho aprendido muito com o teu blog.

    ResponderEliminar
  11. nao sei se vou conseguir reunir a tal galeria de fotos de canteiros, pelo menos por enquanto. talvez na primavera.
    nao tenho a certeza qt a esta ultima questao, mas eu q esse problema é mt relativo. ha certas plantas q eventualmente libertam substancias q podem prejudicar o desenvolvimento das arvores, mas nao creio q seja um problema geral.

    ResponderEliminar

Número total de visualizações de página